Resenha - O Homem que Venceu Auschwitz


O Homem que Venceu Auschwitz


Autor: Denis Avey e Rob Broomby
Editora: Nova Fronteira
Classificação: Literatura Estrangeira - Biografia
Número de Paginas : 360


Um retrato da desumanidade

O Homem que Venceu Auschwitz conta a história real da vida de Denis Avey, um soldado britânico que lutou na Segunda Guerra Mundial e foi feito prisioneiro de guerra no campo E715, vizinho ao campo de concentração de Auschwitz.

No livro ele descreve os horrores que viveu na guerra e durante o tempo em que foi prisioneiro. Descreve com detalhes toda barbárie que presenciou e viveu, submetido a trabalhos forçados junto com outros soldados aliados e milhares de judeus (os listrados). Os judeus eram massacrados, submetidos a maus tratos todo o tempo, e Avey sentiu necessidade de fazer alguma coisa, de ver essa realidade mais de perto, e apesar de todo o risco, ele troca de lugar com um judeu por duas vezes e passa a noite em seu lugar no campo de concentração.
Em alguns momentos, o livro possui trechos bem pesados. Impressionantes mesmo. O relato do momento que seu amigo Les morre vítima de uma granada é impactante. Apesar disso é uma leitura indispensável. Mostra o lado mais sombrio do homem, e o que ele é capaz de fazer em uma guerra.
Para quem deseja conhecer mais sobre a II Guerra Mundial, sob o ponto de vista de quem a vivenciou e sobreviveu, o livro é perfeito. Muito mais profundo e intenso do que aprendemos na escola, O Homem que Venceu Auschwitz é o relato de um homem de coragem que sofreu com o sofrimento dos judeus, lutou pela vida e sobreviveu para compartilhar sua experiência, trazendo uma mensagem de esperança.
Um relato emocionante e triste, mas que nos traz muitas reflexões.  Ótima leitura. 

Michelle

3 comentários:

Jéssica Procópio disse...

Estou doida para ler, mas o medo de ser muito triste fala mais alto... rs
Parabéns pelo blog!
Bjs

Meus Mundos Fictícios disse...

Hey! Eu também estou super ansiosa para ter este livro em minhas mãos, tenho 13 anos e já li: "O diário de Anne Frank", "O menino do pijama listrado" e ontem acabei "O menino da Lits de Schindler", todos chorei, são fortes e me emocionei; mas amo esse tipo de leitura, recomendo que leia sem receios! Haha

Meus Mundos Fictícios disse...

Hey! Eu também estou super ansiosa para ter este livro em minhas mãos, tenho 13 anos e já li: "O diário de Anne Frank", "O menino do pijama listrado" e ontem acabei "O menino da Lits de Schindler", todos chorei, são fortes e me emocionei; mas amo esse tipo de leitura, recomendo que leia sem receios! Haha

Postar um comentário